Serpro envia backup para ajudar STJ a recuperar arquivos criptografados

 

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) continua se recuperando do ataque de ransomware que sofreu no início de novembro. O Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) informou nesta sexta-feira (13) que enviou profissionais de segurança da informação para auxiliar o STJ, que está em “fase final” de recuperação de dados.

 

“O trabalho de recuperação da informação está sendo realizado pela equipe de informática do Tribunal. O Serpro, assim como outras instituições públicas, simpatizantes do momento vivido pelo STJ, colocou sua equipe de segurança cibernética à disposição do Tribunal, agregando sua expertise a outras equipes, e todas elas à equipe do STJ ”, disse o Serpro em nota à imprensa .

A Redação Hack contatou o Serpro sobre esta ajuda, que respondeu que “este trabalho [ajuda ao STJ] está sendo coordenado pela Secretaria de Governo Digital (SGD) do Ministério da Economia. O objetivo é contribuir para o reforço da“ cibersegurança ”do governo , com diagnósticos frequentes sobre tentativas de invasão, a adoção de boas práticas de protocolos de segurança e medidas preventivas para evitar que sistemas governamentais sejam afetados ou comprometidos ”, informa.

O presidente do STJ, ministro Humberto Martins, disse que há quantidade de máquinas com tecnologia de acesso remoto (RDS) na Justiça. O objetivo é melhorar o desempenho no acesso aos sistemas do STJ.

“Os servidores de arquivos estão em seu estágio final de recuperação de backup. Também segue o trabalho de restauração do backup do servidor do Sistema de Integração com os tribunais, que deve ser concluído até o final do dia [15]. A ação vai permitir até quarta-feira (18) poder realizar os trâmites de integração de todos os tribunais com o STJ, para envio e recebimento de arquivos ”, afirmou o ministro em nota à imprensa.

O ministro diz ainda que o tribunal envia informações diariamente à Polícia Federal, que está trabalhando para identificar os responsáveis ​​pelo ransomware que criptografaram os dados do STJ (e backups) desde a data do incidente.

“Quanto à investigação dos autores do ciberataque sofrido pelo STJ, o envio de informações à Polícia Federal pela equipe da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação (STI) do Tribunal é diário, em um esforço conjunto para alcançar criminosos e responsabilizá-los. A investigação está em sigilo ”, finaliza o ministro.

Fontes: Serpro; STJ.

Veja a postagem original em: https://thehack.com.br/serpro-envia-reforcos-para-ajudar-stj-recuperar-arquivos-criptografados/?rand=48873

Você pode gostar também

More Similar Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.