Jogo perigoso: malware que extrai criptomoedas em jogos crackeados infecta muitos PCs

 

Muitos países foram afetados por malware em empresas no ano de 2020 e agora uma pesquisa realizada pela Avast indicou que os usuários jogadores também podem estar em perigo, especialmente aqueles que optam por downloads ilegais. Isso porque o malware está infectando computadores e os usando para minerar criptomoedas.

Chamado de Crackonosh, o malware é agrupado disfarçado em jogos ilegais que podem ser baixados da Internet. O nome vem do folclore tcheco, pois acredita-se que seu autor seja deste país.

A pesquisa do Avast indica que o malware está circulando desde 2018 na Internet e infectou mais de 222.000 computadores em todo o mundo.

Além de minerar criptomoedas sem a autorização do proprietário do computador, o que já reduz o desempenho da máquina ao realizar outras tarefas em segundo plano, o Crackonosh também assume o controle de atualizações do sistema e outros programas que tentam removê-lo ou instalar atualizações de segurança, complicando ainda mais como remover a praga do sistema.

Daniel Beneš, pesquisador de malware da Avast, explicou um pouco mais sobre como o malware se comporta:

Os pesquisadores do Avast concluem que o Crackonosh se instala substituindo arquivos críticos do sistema do Windows e abusando do Modo de Segurança. Ele se protege desativando o software e as atualizações de segurança e usa outras técnicas de anti-varredura. Isso torna difícil descobrir, detectar e remover malware.

Como você pode ver acima, o Brasil é um dos países com o maior nível de infecções por Crackonosh, seguido pelos Estados Unidos, Índia, Filipinas e Polônia, que também têm muitos sistemas dominados por malware.

Entre os títulos mais populares em que o Crackonosh está incluído estão os seguintes:

  • NBA 2K19
  • Grand Theft Auto V
  • Far Cry 5
  • The Sims 4 Seasons
  • Euro Truck Simulator 2
  • The Sims 4
  • Jurassic World Evolution
  • Fallout 4 GOTY
  • Call of Cthulhu
  • Pro Evolution Soccer 2018
  • We Happy Few

Portanto, recomendamos que você baixe apenas cópias legais de lojas verificadas, já que muitos sites que distribuem jogos ilegais crackeados recorrem a métodos como esse para lucrar. Os relatórios do Avast apontam que o autor do Crackonosh já lucrou cerca de US $ 2.000.000 em Monero com as infecções registradas até agora.

Portanto, é recomendável baixar apenas jogos de fontes verificadas e oficiais, como Epic Games, Steam, GOG.com, além de manter sua proteção antivírus ativa e atualizada.

 

Fonte: TudoCelular

Você pode gostar também

More Similar Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.