Ter um domínio da UE pode ser uma vantagem

Estudos indicam que ter um nome de domínio ‘dot eu’ (.eu) pode ser uma vantagem comercial. Esses estudos mostram que esse nome de domínio provou ser muito eficaz, com muitas pequenas e médias empresas afirmando que ter o nome de domínio.eu aprimorou sua imagem de negócios e que eles haviam visto maior acesso a oportunidades de negócios na Europa por causa disso.

Noções básicas sobre nomes de domínio

Os nomes de domínio foram desenvolvidos em resposta ao crescimento explosivo da internet. Os nomes de domínio fornecem uma maneira fácil de lembrar os endereços da Internet. O sistema original de endereçamento de protocolo da Internet (por exemplo, 66.230.200.100) é muito mais difícil de lembrar.

Os principais elementos de um nome de domínio estão nos ‘pontos’ que separam as diferentes partes de um nome de domínio, mais especificamente as letras após o último ‘ponto’ em um nome de domínio chamado Domínio de Nível Superior (TLD). Padrões desenvolvidos ao longo dos anos e atualmente administrados pela Corporação da Internet para Nomes e Números Atribuídos (ICANN), uma organização do setor privado sem fins lucrativos formada por uma ampla aliança de contadores de internet – classifica os TLDs em duas categorias:

  • domínios de nível superior do código do país (ccTLD), usados ​​por países ou territórios ou regiões dependentes. De acordo com os regulamentos da ICANN, são duas letras e se referem a um país específico, por exemplo, jp para o Japão, etc; e
  • códigos genéricos de nível superior (gTLD) que devem ser usados ​​por um agrupamento específico de organizações ou entidades. Alguns dos gTLDs estabelecidos em 1984, quando o conceito de nome de domínio foi implementado pela primeira vez, são os populares ‘dot com’ (.com), ‘dot org’ (.org) e ‘dot net’ (.net) referentes a empresas, organizações e redes, respectivamente.

Ao longo dos anos, a ICANN expandiu a lista de gTLDs, que agora incluem domínios de nível superior como ‘dot biz’ para entidades comerciais, ‘dot edu’, reservado para instituições de ensino, como faculdades e universidades, e ‘museus de pontos ‘para museus legítimos.

Uma mudança relativamente recente no sistema foi a expansão do TLD ‘dot gov’, que costumava se referir apenas aos escritórios do governo federal dos EUA, para abranger agências governamentais nacionais em todo o mundo, diferenciadas do governo dos EUA pela inclusão de seus ccTLDs (por exemplo, , http://www.mofa.go.jp Ministério das Relações Exteriores do Japão).

A vantagem de um nome de domínio ‘dot eu’

O esforço inicial do Conselho Europeu para estabelecer o ‘dot eu’ como um domínio de primeiro nível europeu começou em 1999, com a Comissão Europeia realizando vários preparativos (incluindo a nomeação da EURid como operadora do ‘dot eu’ em maio de 2003) até ‘dot eu’ foi incluído na zona raiz do Internet Domain Name System em março de 2005.

A principal vantagem do ‘dot eu’ é que ele estabelecerá sua empresa ou organização como uma entidade europeia sem a confusão dos TLDs com códigos de países anteriores. Embora alguns códigos de países sejam óbvios, como ‘dot uk’ referente ao Reino Unido ou à Grã-Bretanha, ou ‘dot fr’ que pode ser facilmente assumido como França, outros não são tão óbvios. O ccTLD da Espanha, por exemplo, é ‘dot es’ e não, como geralmente se supõe ‘dot sp’; O ccTLD da Alemanha é ‘dot de’ em vez de ‘dot ger’, que pode entrar em conflito com o ‘dot gr’ da Grécia.

Ter um nome de domínio ‘dot eu’ deixa extremamente claro que sua empresa é uma entidade com sede na Europa que, por si só, elimina grandes confusões, especialmente se seu ccTLD não for tão facilmente reconhecível, ‘dot se’ para a Suécia, por exemplo. A adição do designador ‘dot eu’ deixa claro que sua empresa é européia (‘dot se dot eu’).

 

Você pode gostar também

More Similar Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.