Os desenvolvedores da Web precisam saber sobre os novos recursos do CSS3

Como o mais recente padrão para Cascading Style Sheets (CSS), o CSS3 facilita aos programadores a criação de aplicativos da Web com boa aparência em computadores e dispositivos móveis. Além disso, os desenvolvedores podem combinar HTML5, CSS3 e JavaScript para criar uma variedade de aplicativos da Web para dispositivos móveis. Apesar de ser compatível com versões anteriores do CSS, o CSS3 inclui vários novos módulos. Esses novos módulos facilitam para os desenvolvedores a criação de aplicativos da Web e aplicativos móveis segmentando vários dispositivos, sistemas operacionais e navegadores.

12 Recursos Importantes do CSS3 que Todo Desenvolvedor Web Deve Usar

1) Seletores

O CSS3 vem com vários seletores avançados. Os desenvolvedores podem usar os seletores CSS3 além dos seletores CSS2. Os novos seletores tornam mais fácil para os desenvolvedores escolherem e estilizarem elementos DOM com base em seus atributos. Aqui, eles não precisam mais especificar classes e IDs para cada elemento. Os novos seletores CSS3 ajudarão os desenvolvedores a manter o layout limpo e as folhas de estilo mantidas.

2) Modelo de caixa

A propriedade de dimensionamento de caixa do CSS3 permite que os programadores adicionem preenchimento e borda a toda a borda e largura de um elemento. Os desenvolvedores podem simplesmente usar a regra de dimensionamento de caixa para fazer com que os elementos se comportem da maneira esperada. Além disso, o modelo de caixa não adicionará mais a borda e o preenchimento à altura e largura especificadas do elemento.

3) Flexbox

O CSS3 vem com um novo modo de layout chamado caixa flexível ou flexbox. Os desenvolvedores podem usar o flexbox para manter o comportamento dos elementos sem restrições em diferentes exibições e tamanhos de tela dos dispositivos. Os desenvolvedores podem facilmente manter o comportamento dos elementos estáticos em vários dispositivos, substituindo o modelo de bloco pelo modelo de caixa flexível.

4) Animações

O recurso torna mais fácil para os desenvolvedores animarem a maioria dos elementos HTML. Eles podem animar ainda mais os elementos HTML sem usar JavaScript ou Flash. O recurso ajuda os desenvolvedores a tornar as páginas da Web mais interativas e responsivas sem escrever códigos adicionais.

5) Transições

O recurso de transições do CSS3 facilita para os desenvolvedores alterar os valores das propriedades em uma duração específica. Os desenvolvedores podem criar efeitos de transição simplesmente especificando a propriedade CSS à qual o efeito será adicionado e a duração do efeito. O efeito de transição será iniciado automaticamente toda vez que o valor de uma propriedade específica for alterado.

6) Transformações 2D / 3D

O padrão atualizado para CSS suporta transformações 3D e 2D. Os desenvolvedores podem usar as transformações como um efeito para alterar o tamanho, a forma e a posição de um elemento. Além disso, eles podem usar as transformações 2D ou 3D para girar, converter, inclinar e dimensionar vários elementos sem escrever código adicional.

7) Interface de usuário

Os recursos da interface do usuário fornecidos pelo CSS3 simplificam o processo de redimensionamento de elementos, caixas e contornos. Os desenvolvedores podem usar a propriedade redimensionar para especificar se um usuário pode alterar o tamanho do elemento específico. Da mesma forma, eles podem usar o espaço de adição da propriedade de deslocamento de contorno entre o contorno e a borda / borda do elemento. Além disso, eles podem aproveitar várias propriedades da interface de usuário CSS3, incluindo dimensionamento de caixa, índice de navegação, navegação, navegação, navegação à esquerda e navegação à direita.

8) Gradientes

O recurso permite que os desenvolvedores criem fundos gradientes fazendo a transição entre várias cores. Aqui, os desenvolvedores não precisam mais criar fundos gradientes com imagens. O uso de cores ajudará ainda mais os desenvolvedores a aprimorar a experiência do usuário do aplicativo, reduzindo o tempo de download e o consumo de largura de banda.

9) Fontes da Web

Atualmente, a maioria dos desenvolvedores usa a fonte da web do Google para fazer com que as páginas da Web pareçam distintas e elegantes. Mas as fontes da web são geradas no sistema do cliente. Aqui, os desenvolvedores precisam verificar se a fonte da Web é compatível com o navegador e o sistema do cliente. O CSS3 permite que os desenvolvedores incluam fontes da Web em uma página remotamente através da propriedade @ font-face. Aqui, os desenvolvedores agora podem usar uma variedade de fontes da Web personalizadas sem verificar sua compatibilidade com navegadores e sistemas clientes.

10) RGBA (canais vermelho, verde, azul e alfa)

Ao usar o CSS2, os desenvolvedores precisam adicionar cor a vários elementos HTML através da propriedade RGB chamada RGBA. Os desenvolvedores podem aproveitar a propriedade RGBA para definir cores para os elementos HTML com canais alfa, junto com cores como vermelho, verde e azul. Os canais alfa facilitam para os desenvolvedores controlar a opacidade das páginas da web com mais eficiência.

11) Layout de múltiplas colunas

o desenvolvedores de aplicativos da web tem que dividir uma página da web em várias colunas e caixas para fazer com que pareça bom em vários dispositivos. A propriedade de layout de várias colunas do CSS3 simplifica o processo de criação e posicionamento de várias caixas e colunas. Os desenvolvedores agora podem criar páginas da Web responsivas criando colunas simplesmente especificando o número de colunas necessárias.

12) Consultas de mídia

O novo recurso do CSS3 facilita aos desenvolvedores a verificação dos tipos de mídia suportados por dispositivos individuais. Os desenvolvedores podem usar o recurso de consultas de mídia para verificar a altura, a largura, a resolução e a orientação do dispositivo. Além disso, eles podem usar o recurso para verificar a altura e a largura da porta de exibição. Aqui, os desenvolvedores podem aproveitar o recurso de consulta de mídia do CSS3 para fornecer folhas de estilo personalizadas para dispositivos e plataformas individuais.

No geral, o CSS3 vem com vários novos módulos junto com a antiga especificação CSS. Os desenvolvedores podem usar módulos CSS específicos de acordo com as necessidades específicas de cada aplicativo. Eles podem usar ainda mais os módulos para criar aplicativos com base de código concisa e legível. No entanto, os recursos do CSS3 suportados por navegadores da Web individuais são diferentes. Aqui, os desenvolvedores devem ter em mente a compatibilidade de cada novo recurso CSS3 com os principais navegadores enquanto escrevem código.

 

Você pode gostar também

More Similar Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.