Dicas de grandes escritores para elaborar um bom texto

Primeiro vem a ideia.

Depois, o primeiro parágrafo e aí você vai desenvolvendo o assunto até chegar na conclusão. Por último, o título! Fácil? Não, nenhum pouco. Escrever um post para blog, um artigo, ou até mesmo um livro não é tão simples como se imagina (ou se deseja). É preciso pesquisar, estudar muito, organizar as ideias de uma forma que o leitor compreenda; deixar o texto fluido. E mais: ter persistência!

Tudo depende de quem está escrevendo.

digitando

Das memórias, de tudo o que ele vivenciou e aprendeu. Por isso cada autor, cada escrita é diferente já que transportamos um pouco da nossa personalidade em uma página em branco – aberta em um software de edição de texto ou em um caderno simples e um lápis na mão. Infelizmente não sabemos se há uma fórmula que funcione de fato para fazer um texto realmente bom. E se você sabe, faça o favor de nos contar, ok? Obrigada. De nada. Mas, esses caras manjam muito de texto, e eles têm algumas dicas. Portanto, pegue o bloquinho e comece anotar. AGORA!

A importância de planejar:

J.K. Rowling, autora da saga Harry Potter, escreveu pequenos trechos de seus livros e planejou todos eles. Mas, ao escrever, se concentrava em um por vez. Isso vale para textos grandes ou pequenos. Ao organizar uma postagem para seu blog, faça um esboço pequeno, com as informações que devem ser abordadas e o intuito do texto. Essa é uma forma de você não fugir do que está propondo.

Leia muito e escreva o dobro!

Para Stephen King, o gênio do terror, para escrever bem é preciso ler bastante. E o melhor, escrever ainda mais! No livro “Sobre a Escrita”, que traz dicas para novos escritores, o autor ressalta a importância de ler e escrever. Segundo ele, é importante fazer isso de quatro a seis horas por dia. “Não parecerá exaustivo se você realmente gostar de fazer e tiver aptidão para as duas coisas”.

Cortem as cabeças, ou melhor, as palavras!

Em momento algum use uma palavra extensa se uma curta resolve. E mais: se tiver como, por favor, corte, mate, exclua, elimine toda palavra desnecessária de seu texto. Quem disse isso? George Orwell. O cara do “Big Brother”.

Inspire-se em outras obras!

Roubar de uma fonte é plágio, roubar de várias fontes é pesquisa.” Essa é uma frase dita por George R.R. Martin, o impiedoso autor de As Crônicas de Gelo e Fogo – às vezes mais malvado que Stephen King – conta que se inspirou muito na história medieval para escrever. Sua principal influência foi a Guerra das Rosas. Você pode sim se inspirar em algum livro, no estilo de algum autor para escrever, mas com cuidado. Não copie. Crie melhor, leve mais informações para quem está lendo.

Escreva sobre o que gosta!

Essa foi a dica de J.R.R. Tolkien. Ela parece meio óbvia, mas é valiosa. Quando escrevemos sobre o que gostamos, buscamos mais sobre o tema, deixamos a superficialidade de lado e nos destacamos. Além disso, se você não gosta do assunto, ficará desmotivado e a chance de desistir do texto é grande.

Vai dizer, com as dicas desses caras f&%*s fica difícil não se inspirar, não é mesmo?
Então o que você está esperando? Pegue o bloquinho e comece a escrever!

Você pode gostar também
Dicas
Dicas

More Similar Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.