Criando uma loja virtual na rede Tor

Nesse tutorial iremos mostrar o passo-a-passo para que você possa criar sua própria loja virtual na rede Tor, desde a configuração do servidor até a venda usando Bitcoin.

Vamos usar aqui o Ubuntu server 17.10 64bit, mas você também pode usar o CentOS ou qualquer outra distribuição. Abaixo mostramos como configurar o seu servidor, porém se o seu servidor já estiver pronto, vá direto para a parte 2 – Instalando o serviço Tor e gerando um domínio .onion. Se você não possui um servidor VPS ou dedicado, ou não tem habilidades com servidores, recomendamos que veja nossa hospedagem Tor com cPanel: https://impreza.host/pt-br/servicos/hospedagem-tor/

1 – Instalando o LEMP (Nginx + PHP 7.1 + MariaDB) junto com phpMyAdmin

Note que você pode usar o LAMP, que são Apache + PHP + MySQL sem problemas, a configuração do seu servidor pode ser feita conforme você costuma trabalhar. A versão do PHP pode ser alterada também.

Passo 1 – Atualize o servidor Ubuntu

Atualize o Ubuntu primeiro antes de instalar software e pacotes adicionais. Isso pressupõe que você tenha direitos administrativos (root) para os sistemas e pode instalar pacotes a partir da linha de comando. Para atualizar o servidor Ubuntu, execute os comandos abaixo:

$ sudo apt update && sudo apt dist-upgrade && sudo apt autoremove

Passo 2 – Instalando o servidor HTTP Nginx

Depois de atualizar o Ubuntu, execute os comandos abaixo para instalar o servidor Nginx HTTP.

$ sudo apt install nginx

Depois de instalar o Nginx, os comandos abaixo podem ser usados ​​para parar, iniciar, desativar e ativar o serviço Nginx
$ sudo systemctl stop nginx.service
$ sudo systemctl start nginx.service
$ sudo systemctl disable nginx.service
$ sudo systemctl enable nginx.service

Passo 3 – Instale o servidor de banco de dados MariaDB

O MariaDB é um substituto imediato do MySQL e do servidor de banco de dados de código aberto padrão.
Para instalar o MariaDB, execute os comandos abaixo

$ sudo apt install mariadb-server mariadb-client

Após a instalação, os comandos abaixo podem ser usados para parar, iniciar e ativar o serviço MariaDB para sempre iniciar quando o servidor for inicializado.

$ sudo systemctl stop mariadb.service
$ sudo systemctl start mariadb.service
$ sudo systemctl enable mariadb.service

Depois disso, execute os comandos abaixo para proteger o servidor MariaDB.

$ sudo mysql_secure_installation

Na primeira opção aperte enter e depois crie a senha root do banco de dados, nas demais opções digite SIM/YES até o final.

Passo 4 – Instalando PHP-FPM

Agora vamos instalar o PHP-FPM e outros módulos PHP no Ubuntu para obter a pilha LEMP completa.

Para instalar o PHP-FPM, execute os comandos abaixo:

$ sudo apt install php-fpm

Para a maioria dos aplicativos PHP funcionar corretamente, você também deve instalar módulos PHP relacionados. Execute os comandos abaixo para obter o máximo de instalação.

$ sudo apt install php-mbstring php-xmlrpc php-soap php-gd php-xml php-intl php-mysql php-cli php-mcrypt php-ldap php-zip php-curl

Passo 5 – Configurando o Nginx para usar o PHP-FPM

Agora que o LEMP está instalado, abra o arquivo de configuração padrão do Nginx e ative a configuração do PHP-FPM… Para fazer isso, execute os comandos abaixo:

$ sudo nano /etc/nginx/sites-available/default

Em seguida, edite as linhas destacadas abaixo e salve.

server {
	listen 80 default_server;
	listen [::]:80 default_server;
        ............
        ............

        index index.php index.html index.htm;

        # pass PHP scripts to FastCGI server
        #
        location ~ \.php$ {
        include snippets/fastcgi-php.conf;
        #
        # # With php-fpm (or other unix sockets):
        fastcgi_pass unix:/var/run/php/php7.1-fpm.sock;
       # # With php-cgi (or other tcp sockets):
       # fastcgi_pass 127.0.0.1:9000;
  }
  ..........

Passo 6 – Instalando o phpMyAdmin

Agora que o Nginx e o PHP estão instalados, o passo final é instalar o phpMyAdmin e configurar. Para fazer isso, execute os comandos abaixo

$ sudo apt-get install phpmyadmin php-gettext

Observe: Quando solicitado a escolher o servidor da Web, não selecione nada… apenas pule e continue. Estamos usando o servidor da Web Nginx e ele não está na lista, por isso, pule.

Quando solicitado novamente para permitir que o debconfig-common instale um banco de dados e configure selecione No/Não.

Depois de instalar o phpMyAdmin, execute os comandos abaixo para criar um link simbólico para o conteúdo do phpMyadmin.

$ sudo ln -s /usr/share/phpmyadmin /var/www/html

Agora, abra seu navegador e efetue login no nome de host ou endereço IP do servidor seguido por phpmyadmin

ex. http://example.com/phpmyadmin

Pronto, agora temos o servidor completamente configurado e pronto para receber as configurações do Tor e a sua loja virtual nova :)

2 – Instalando o serviço Tor e gerando um domínio .onion

Agora vamos instalar o serviço Tor usando o comando abaixo:

$ sudo apt-get update

$ sudo apt-get install tor

Agora edite o arquivo torrc para podermos ativar os serviços ocultos dentro do seu servidor:

$ sudo nano /etc/tor/torrc

Com o arquivo aberto, procure por:

######### This section is just for location-hidden services ###
## Once you have configured a hidden service, you can look at the
## contents of the file “…/hidden_service/hostname” for the address
## to tell people.
##
## HiddenServicePort x y:z says to redirect requests on port x to the
## address y:z.

#HiddenServiceDir /var/lib/tor/hidden_service/
#HiddenServicePort 80 127.0.0.1:80

#HiddenServiceDir /var/lib/tor/other_hidden_service/
#HiddenServicePort 80 127.0.0.1:80
#HiddenServicePort 22 127.0.0.1:22

Tire o comentário (#) das seguintes linhas:

HiddenServiceDir /var/lib/tor/hidden_service/
HiddenServicePort 80 127.0.0.1:80

Na linha “HiddenServiceDir” é definido onde serão armazenados os seguintes arquivos:

  • private_key :: Esse arquivo é o mais importante nessa história toda. É nele que é armazenada a chave privada exclusiva do seu servidor. É com ela que o servidor vai descriptografar as requisições enviadas para seu Hidden Service. Se um atacante conseguir acesso a esse arquivo, ele poderia, entre outras coisas, se passar por você. Se você planeja usar esse Hidden Service por muito tempo, recomendo um backup dessa chave.
  • hostname :: Esse arquivo contém o link de acesso ao seu Hidden Service que será usado para acessar através do Tor. O link é composto de “16 caracteres”.onion na versão 2 e 56 na versão 3

Reinicie o serviço Tor

$ sudo service tor restart

Entre até o diretório /var/lib/tor/hidden_service/ e abra o arquivo hostname para pegar seu novo domínio .onion. Agora abra seu navegador Tor e faça o teste para verificar se tudo está funcionando bem.

Agora você está pronto para criar sua loja virtual, fórum ou site na rede Tor, portanto a partir daqui nós vamos pular os passos de como instalar seu script, pois cada um pode usar o seu, nos exemplos a seguir vamos usar o WordPress.

Contando que você já tenha configurado o seu WordPress, desde enviar os arquivos para sua pasta raiz e configurar seu banco de dados (caso não tenha feito isso, veja mais detalhes aqui: https://codex.wordpress.org/pt-br:Instalando_o_WordPress)

A partir daqui seremos mais diretos em relação a instalação de plugins no WordPress e vamos focar mais na integração entre o CMS e os pagamentos com Bitcoins.

3 – Integrando o WordPress com Blockonomics

Blockonomics é uma incrível ferramenta, diferente de gateways de pagamentos convencionais, a Blockonomics não faz de fato uma intermediação, ela apresenta para o seu susuário diretamente a sua Wallet de Bitcoin, então todo pagamento feito vai diretamente para você e não para a Blockonomics, na rede Tor ela é uma das únicas que funciona com checkout transparente, ou seja, seu usuário nunca saíra do seu site, e funciona perfeitamente com a rede Tor.

Passo 1 – Instale o WooCoomerce

Você pode usar outros plugins ou o botão direto do Blockonomics, nesse exemplo usaremos o WooCoomerce. Faça toda configuração padrão inserindo os dados da sua loja, você pode escolher a moeda como reais, dólares ou qualquer outra, o Blockonomics converte para BTC na finalização da compra.

Passo 2 – Cria sua conta na Blockonomics

Crie sua conta: https://www.blockonomics.co/register#/?fp=merchants

Passo 3 – Instalando o plugin e configurando

Baixe e instale o plugin: https://wordpress.org/plugins/blockonomics-bitcoin-payments/

Você pode fazer a instalação diretamente na guia de plugins do WordPress e depois em “Adicionar Novo”, faça a busca por ele, instale e ative.

Agora acesse: https://www.blockonomics.co/merchants#/page3

Adicione a sua chave pública estendida da sua carteira, essa chave fornece para a Blockonomics todas as suas carteiras geradas, quando um usuário fizer uma compra a Blockonomics irá mostrar uma dessas carteiras não usadas. Depois que você inserir a sua xpub, note para os campos API Key e Account, você precisará inserir sua chave API no plugin da Blockonomics no seu WordPress e você precisa inserir sua URL de callback que mostra no seu plugin no campo HTTP callback URL na Blockonomics. Depois de feito isso, você pode salvar as configurações no plugin e na Blockonomics. Use o botão de teste do plugin no WordPress para testar.

Depois de feito essa integração, agora você já pode criar seus produtos e receber Btcoins diretamente na sua carteira, o meu de pagamento chamado “Bitcoin” já esatrá criado no WooCommerce automaticamente.

Note que a Blockonomics possui tarifas do serviço, por tanto verifique essas tarifas e recarregue sua conta para poder receber pagamentos em sua carteira sem problemas, boa sorte :)

Você pode gostar também

More Similar Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.