4 categorias de comércio eletrônico

Ecommerce ou comércio eletrônico são transações ou outros termos de venda que são realizados eletronicamente. Isso envolve compra, venda e troca de bens ou serviços pela troca de dinheiro usando redes de computadores, como a Internet. Opondo-se à crença popular, o ecommerce não existe apenas na web. Na verdade, o comércio eletrônico já existia e se dá bem nas transações business-to-business desde os anos 70, via EDI (Electronic Data Interchange), através de VANs (Value-Added Networks). O comércio eletrônico pode ser dividido em quatro categorias principais: B2B, B2C, C2B e C2C.

• B2B (Business-to-Business)

B2B definitivamente lida com empresas que estão fazendo negócios umas com as outras. Um exemplo disso são os fabricantes que estão vendendo seus produtos para distribuidores, e os atacadistas estão vendendo para os varejistas. Assim, o preço pode ser baseado no número de pedidos e é freqüentemente em disputa.

• B2C (Business-to-Consumer)

Business-to-consumer normalmente envolve a venda de produtos e serviços para o público em geral ou consumidores através do uso de catálogos utilizando o software carrinho de compras. B2B pode facilmente ganhar muito dinheiro; Por outro lado, B2C é o que realmente está em mente em um cliente médio quando se trata do comércio eletrônico como um todo. Com a ajuda do comércio eletrônico, você pode facilmente comprar muitas coisas na hora sem ter interação humana. Um exemplo disso é se você está tendo dificuldade em encontrar um livro, quando precisa comprar um sistema de computador personalizado e sofisticado ou encontrar uma viagem de primeira classe, com tudo incluído, para uma ilha paradisíaca tropical. Assim, o comércio eletrônico pode ajudar você a comprar os produtos todos ao mesmo tempo.

• C2B (Consumidor para Negócios)

Um exemplo de C2B é quando um consumidor publica seus projetos ou atribuições na Internet e no site. O consumidor define um orçamento on-line onde, dentro de horas, muitas empresas analisam os requisitos necessários ao consumidor e, em seguida, fazem lances para o projeto. Ele capacita os clientes em todo o mundo, fornecendo o ponto de encontro e a plataforma para essa determinada transação.

• C2C (Consumidor para Consumidor)

Um bom exemplo para o C2C é o eBay. É onde os consumidores vendem seus produtos para outros consumidores por meio de lances. Assim, quem licita mais alto pode comprar o produto. Outro exemplo são os sites que oferecem anúncios classificados gratuitos, leilões e fóruns onde os consumidores podem comprar e vender produtos para outros consumidores. Eles usam o PayPal como uma ferramenta para o sistema de pagamento on-line, onde podem enviar e receber dinheiro com facilidade através da Internet.

Há outra forma de comércio eletrônico, que é o comércio eletrônico B2E ou Business to Employee. Aqui, as empresas estão usando redes internas para oferecer aos seus funcionários produtos e serviços on-line. Pode não estar necessariamente online na Web.

As outras formas de comércio eletrônico são G2G (governo a governo), G2E (governo-para-empregado), G2B (governo-para-negócio), B2G (negócio para o governo), G2C (governo-para-cidadão) , C2G (cidadão-para-governo). Essas transações envolvem principalmente o governo, desde a aquisição até o depósito de impostos, o registro de empresas e a renovação da licença. Ainda existem muitas outras categorias que existem, mas elas tendem a ser supérfluas.

 

Você pode gostar também

More Similar Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.